António Carrapatoso

52O Prémio Navegantes XXI’09 foi atribuído a António Carrapatoso distinguindo o seu excepcional percurso profissional no sector das TIC, nomeadamente pelos anos em que tem estado à frente dos destinos da Vodafone Portugal, e que lhe permitiram conduzir e estar envolvido em projectos de enorme relevância para o desenvolvimento da Sociedade do Conhecimento em Portugal.

“É uma honra e uma responsabilidade receber este Prémio da ACEPI.”

Veja o Momento da Entrega do Prémio

Ver Fotografias Ver Vídeo

Curriculum Vitae

Da sua carreira destacam-se as facetas de gestor inovador, arrojado, persistente e metódico, com passagem por alguns dos mais importantes projectos empresariais do país, nomeadamente: Director Geral de Divisão da Hoechst Portuguesa, SA; Administrador da Quimigal – Química de Portugal, SA; Presidente do Conselho de Administração da Sonadel; Presidente do Conselho de Administração da Unisol; Presidente do Conselho de Administração da Uniclar; Presidente do Conselho de Administração da Nutasa – CUF Sanders, SA; Presidente do Conselho de Administração da Colgate – Palmolive Portuguesa, SA; Administrador do Banco Essi, SA (Grupo Espírito Santo); Gerente da Esfi – Estratégia e Finança, Lda. (Grupo Espírito Santo); Membro do Conselho Administração da Europolitan (Operador Móvel Sueco); Presidente do Conselho de Administração e de Administrador Delegado (CEO) da Telecel (actual Vodafone Portugal) e Membro do Conselho de Administração da Vodacom (Operador Móvel da África do Sul).

António Carrapatoso possui também uma relevante carreira académica tendo sido também Assistente na Universidade Católica Portuguesa (Marketing, Matemáticas Financeiras, Gestão de Pessoal) e Regente da Cadeira de “Organização Direcção de Empresas” (5º ano de Licenciatura em Administração e Gestão de Empresas).

Foi também Membro do Conselho Directivo do Projecto “Aumentar a Competitividade de Portugal” sob a Direcção do Prof. Michael Porter, membro do Conselho Editorial do Diário Económico, Presidente da Apritel – Associação dos Operadores Privados de Telecomunicações e Membro da Comissão Instaladora to Think Tank – “Compromisso Portugal” (iniciativa informal e independente da Sociedade Civil, tem como referência única o interesse e o desenvolvimento do País).

É também um dos autores do livro “Revolucionários” publicado em 2007 em resultado da iniciativa “Compromisso Portugal”.